Inicio  Excepcional ONU instou a Rússia a acabar com sua ocupação da Crimeia

ONU instou a Rússia a acabar com sua ocupação da Crimeia

317

A Assembleia Geral da ONU instou hoje a Rússia a acabar com sua "ocupação temporária" da Crimeia, a península ucraniana anexada em 2014, o mais rápido possível e sem condições.

Ele fez isso através de uma resolução votada por 63 países, enquanto 17 se manifestaram contra e 62 se abstiveram, de acordo com a agência de notícias AFP.

O documento "exorta a Federação Russa, como potência ocupante, a retirar imediatamente, total e incondicionalmente suas forças militares da Crimeia e a encerrar sua ocupação temporária do território da Ucrânia sem demora".

O texto justifica a exortação na "contínua desestabilização da Crimeia devido às transferências da Federação Russa de sistemas avançados de armas, incluindo aeronaves e mísseis nucleares, armas, munições e militares para o território da Ucrânia".

A resolução não vinculante foi votada pela Austrália, Canadá, França, França, Reino Unido e Turquia, entre outros países.

O conflito entre combatentes apoiados pela Rússia e tropas ucranianas deixou mais de 13.000 mortos desde 2014, quando a Rússia anexou a Crimeia e as forças pró-Moscou do leste da Ucrânia se rebelaram contra Kiev.

No Conselho de Segurança da ONU, as tensões entre a Rússia e os países ocidentais sobre este conflito permanecem vivas, como demonstrado pela reunião informal organizada na semana passada por Moscou para discutir os acordos de Minsk de 2015 entre a Ucrânia e a Rússia, patrocinados pela Alemanha e pela França.

Berlim e Paris boicotaram esta reunião, descrita pelas capitais europeias como uma tribuna internacional oferecida aos separatistas de Donbass, vários deles convidados por Moscou para intervir.

Suscríbase
Las noticias en su email

Reciba las noticias, promociones, novedades y más

¡No enviamos spam! Lee nuestra política de privacidad para más información.